Autor de Overlord, Kugane Maruyama expressa frustação nas traduções de fãs

No dia 23 de Maio o autor de Overlord Kugane Maruyama usou o Twitter para responder um tweeted de um link em inglês de uma tradução de fã da Novel de Overlord intitulada Boukoku no Kyuuketsu-hime( The Vampire Princess of the Lost Country / A princesa vampira em um pais perdido). Essa novel foi distribuída como um item bônus para as pessoas que compraram o DVD/Blu-Ray-box da série Overlord III. A tradução em inglês foi postada no Reddit, embora o texto tenha sido removido.

O usuário do Twitter, é identificado como RainyCloud”, que escreveu: “Parece que fizeram upload de uma tradução em um site do exterior, não tem como tomar alguma medida?”

Maruyma respondeu: “Ah cara, sério? Minha motivação para continuar escrevendo vem caindo pelo ralo. Talvez eu deva finalizar Overlord e voltar a trabalhar como empregado em uma empresa… bem, por agora, eu vou reduzir a história planejada e terminar a série no volume 17!”

Em 2016 Maruyama já havia previamente anunciado que estava planejando terminar Overlord no volume 18. Não está claro o tão sério ou literal Maruyama está sendo quando disse “reduzir” a história planejada em resposta as traduções de fãs.

Porém Maruyama demostrou sua frustração no seu próximo Tweet, que foi publicado dois dias depois. Ele escreveu “Desculpe, todos vocês que compraram com bom dinheiro. Moedas ruins espantam as boas. De qualquer forma, será difícil concluir no volume 16, então vou levar as coisas a um ritmo moderado”.

Seu tweet era uma referência à lei de Grensham, na qual segundo fontes existem duas formas de circulação que valem o mesmo valor por lei, na qual as moedas feitas com materiais mais baratas expulsarão as moedas feitas com matérias mais caro. É possível que Maruyama esteja aplicando esse princípio para fomentar as traduções, dando a entender que as traduções de fãs(Traduções livres) dificultaria a entrada do produto oficial. A expressão também é usada geralmente em japonês para se referir a coisas ruins que estragam coisas boas.

Kugane Maruyama começou a serialização da Light novel Online em 2010 e logo em seguida em 2012 a Kadokawa Enterbrain publicou a versão fisica com ilustrações de So-bin. No Brasil a obra é licenciada oficialmente pela Editora JBC que lança a Light Novel em Formato Digital e Fisico.

Fonte: ANN, Twitter Oficial do Autor

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *